Consultoria HairSIZE leva inovação e tecnologia aos salões de beleza em Goianésia

Ferramenta de medição, balança de precisão, colheres dosadoras, ficha padrão de acompanhamento e tabela de rendimento do produto. O chamado kit Hair Size leva tecnologia e inovação ao segmento da beleza e bem-estar e está mudando a forma com que empresários da cidade de Goianésia (a 198 km de Goiânia) se relacionam com os clientes.

A nova metodologia reduz drasticamente o consumo de xampus, colorações e outros produtos químicos utilizados dentro do salão de beleza. Com isso, é possível aumentar os lucros em até 70%. “O Hair Size garante a sustentabilidade financeira do negócio, do meio ambiente e do fio de cabelo”, explica Ingredh Pimenta, consultora Hair Size, que passou uma semana ministrando capacitações em Goianésia por meio de convênio com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás).

Além da questão do desperdício, a consultoria trabalha outros pontos no salão de beleza. O proprietário e seus funcionários são treinados para melhorar o atendimento, acompanhamento do cliente e a gestão de estoque. Os produtos, segundo Ingredh, precisam ter qualidade – não necessariamente de uma marca conceituada – e ficar à vista dos clientes. “As pessoas gostam de ver o que está sendo utilizado em seu cabelo. Por isso, tudo tem de estar próximo do local onde se aplicam os produtos.”

Kênia Magalhães Pimenta, de 40 anos, proprietária do Bem Star Centro de Estética Corporal, na região central da cidade, tem 25 anos de experiência no ramo. Ainda assim, se mostrou surpresa com as mudanças propostas pela consultoria Hair Size. “Eu acreditava que grandes quantidades de xampu e coloração faziam diferença no cabelo para melhor. Por isso, não tinha dó de usar produtos. Mas é o contrário. Estava jogando dinheiro fora.”

Agora, após conhecer a nova técnica, Kênia passará para a fase dois, de convencer os clientes que menos é mais. “As pessoas também vão ficar assustadas, pois eu uso agora muito pouco produto. Mas vou mostrar que os resultados são os mesmos. Aliás, os resultados são melhores, pois vamos agredir menos o meio ambiente e o fio de cabelo.”

Outra tática da empresária será a questão de bonificação. Ela acredita que, num primeiro momento, poderá reduzir os custos em até 40%. Com isso, poderá investir em outras áreas do negócio, como oferecer pacotes de serviços a preços mais acessíveis. “Trabalhar eu sei, mas eu quero é ganhar dinheiro. E com o Hair Size eu vou conseguir”, explica. “Menos resíduos, mais dinheiro no bolso”, emenda a gestora do Projeto de Estética da Regional Noroeste do Sebrae Goiás, Ana Paula da Conceição.

Como funciona
O kit Hair Size funciona de maneira simples. Com a ferramenta de medição, a cabeleireira verifica a extensão do cabelo da cliente – espécie de diagnóstico prévio. A partir daí, usa-se as colheres dosadoras e a balança de precisão para calcular a quantidade exata de produto químico a ser utilizado. A tabela de rendimento e a ficha padrão de acompanhamento auxiliam no processo. “É o fim do olhômetro”, brinca Ana Paula.

Em Goianésia, existem aproximadamente 300 salões de beleza entre formais e informais. Mas o Projeto de Estética Noroeste compreende apenas 80 empresários – todos formalizados. Desses, 24 participaram do Hair Size na terceira semana de agosto – houve contrapartida financeira das empresas. Além da consultoria, os empreendedores já receberam capacitações diversas desde o ano passado, como qualificação, precificação de serviços ofertados e missões técnicas.

Fonte

2 thoughts on “Consultoria HairSIZE leva inovação e tecnologia aos salões de beleza em Goianésia

    • Fabiana Gondim says:

      Oi Taiz, ainda não temos data para região sul e a plataforma para rodar online ainda está em formação. Você pode acompanhar todas as nossas novidades através da página no facebook @curtahairsize!

Deixe uma resposta para Taiz Leite Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *